Pular navegação

Leitores,

Mais uma vez sinceras desculpas sobre a minha eventual presença neste blog. Por incrível que pareça , ainda não abri mão dele. Creio que essa não será a primeira nem a última desculpa que irei pedir , pois este ano para mim está sendo muito tumultuado.

O que podemos falar?  Ainda estamos no início, poderíamos falar do racionalismo de Descartes ou do ceticismo de Hume.  Ou se quiserem , poderíamos pular para o assunto da metafísica que não seria nenhum desagrado ao autor deste humilde tópico.

Neste momento , quero relaxar. Vou ficar lendo blogs e tópicos por aí. Mas não faria nenhum desfeito sobre discutir algum assunto , se assim for o desejo de alguém.

Não tenho a ousadia de reprimir nem omitir minha preguiça. Mas repito, quero descansar e não ignorarei ninguém. Nem abrirei mão de deixá-los sós.

O autor.

Anúncios

Primeiramente, sinceras desculpas  pela minha longa ausência.

Esses dias, eu tive que fazer uma redação citando duas características da atitude filosófica, a partir do trecho:  “…a Filosofia não é a revelação feita ao ignorante por quem sabe tudo, mas o diálogo entre iguais que se fazem cúmplices em sua mútua submissão à força da razão e não à razão da força” (SAVATER, Fernando. As perguntas da vida). Ficarei honrando se vocês pudessem ler. Essa redação foi pedida por um professor,  mas ele não lançou nenhuma nota, pois nem deve ter lido.

Filosofia

A filosofia investiga , critica , tenta explicar, e conceitua tudo que nos aborda no meio em que vivemos. A curiosidade é a principal razão do surgimento dos conceitos abordados e argumentados.  A conclusão é feita a partir da observação na natureza que somos obrigados a conviver e das relações sociais em si. O comportamento humano referente à razão de sua existência sempre foi um grande mistério e a partir das perguntas dessa inquietação são organizadas idéias para tentar chegar a uma verdade ou tentar amenizar esse sofrimento obscuro.

Apesar dos pensamentos serem transmitidos já pré-determinados, conceituados por filósofos e as criações de correntes filosóficas, nós acabamos sendo convencidos. Um indivíduo que acredita ter um pensamento de altíssimo grau, concomitantemente, possui a estupidez da absoluta verdade por não conseguir explicar e justificar todos os princípios incondicionais.

A filosofia faz o uso da ética, dentre vários campos de investigação, que trata do estudo da moral que define o certo e o errado, o bem e o mal. O conjunto de normas, valores, costumes depende do indivíduo no contexto social.  E outro uso seria a lógica, falando resumidamente é o instrumento do pensar correto até chegar aos conhecimentos verdadeiros. Ela trata dos argumentos até chegar a uma específica conclusão sobre as evidências apresentadas.

Definir a palavra filosofia é retomar a origem da explicação do radical, mas tentar explicar filosofia didaticamente é resumir a análise das características mais amplas e abstratas referente ao nosso mundo e nas curiosidades em que pensamos.

Olá!

Após ter dado um breve reset…

Guia:Você pode começar a visita pela apresentação e em seguida dar uma olhada nos tópicos e responder, se quiser! Obrigado e volte sempre! 😀

O objetivo desse blog é abordar assuntos iniciais de filosofia sem conceitos já pré-definidos, baseando-se somente nas conclusões de argumentos. Na “apresentação” estão citados mais especificamente esses objetivos.

Deixarei aquele primeiro tópico parado e postarei um assunto novo daqui a uma semana. Aguardem.